segunda-feira, agosto 29, 2016

IMAGINÁRiO #623

José de Matos-Cruz | 16 Agosto 2017 | Edição Kafre | Ano XIV – Semanal – Fundado em 2004

PRONTUÁRiO

RECRIAÇÕES
A par com George Lucas - seu amigo, sócio e rival - Steven Spielberg permanecerá como um dos grandes e geniais criadores, no historial da indústria artística que o cinema simboliza, sob o signo de Hollywood. Mas ninguém como ele, na América actual, rubricou o imaginário com a chancela de autor, ou deu expressão irradiante à aventura como espectáculo. Aprofundando as emoções colectivas.
Em 1993, com Parque Jurássico/Jurassic Park, Spielberg converteu-se num exemplo, como realizador/produtor entre os melhor sucedidos, na lista de recordes: cerca de 920 milhões de dólares em todo o planeta, as maiores receitas de sempre! Em Parque Jurássico, o excêntrico milionário John Hammond realiza o seu grande sonho: a abertura de um fantástico Parque de Diversões em Nublar, uma ilha ao largo da Costa Rica. Mas, apesar do extremo secretismo, alastram os rumores: sobre uma série de inexplicáveis acidentes durante a construção, e questões perturbantes quanto à segurança do recinto. Os investidores da InGen entram em pânico, tentando abafar o escândalo e acabar com o complexo antes de ser inaugurado…
IMAG.18-23-44-63-71-72-80-88-93-136-147-155-159-171-183-199-225-273-304-383-388-391-412-443-445-465-484-488-506-535-576-583-585-604-608-619

CALENDÁRiO

¢21MAI-09JUL2016 - Em Lisboa, Fundação Carmona e Costa expõe O Segredo da Sombra - Obras Sobre Papel 2012-2016 de Pedro Calapez, sendo curador João Miguel Fernandes Jorge. IMAG.65-393-427

¢24MAI-27JUN2016 - Em Lisboa, Galeria São Mamede expõe Escultura e Desenho de Jorge Vieira (1922-1998).

¢
24MAI-25SET2016 - Em Lisboa, Museu Arpad Szènes-Vieira da Silva apresenta Backstories - exposição de Mitsuo Miura, Pedro Calapez e Rui Sanches, sendo curadora Ana Ruivo. IMAG.65-393-427-461-603

µ28MAI-30JUL2016 - Em Lisboa, Clube Lusitano apresenta Lisboa | Tejo | Lisboa - exposição de fotografia de Jean-François David/Manuel M. Pinturache e Nuno Perestrelo.

VISTORiA

Ó Virgens Que Passais

¨Ó virgens que passais, ao Sol-poente,
Pelas estradas ermas, a cantar!
Eu quero ouvir uma canção ardente,
Que me transporte ao meu perdido lar.

Cantai-me, nessa voz omnipotente,
O sol que tomba, aureolando o Mar,
A fartura da seara reluzente,
O vinho, a graça, a formosura, o luar!

Cantai! Cantai as límpidas cantigas!
Das ruínas do meu lar desaterrai
Todas aquelas ilusões antigas

Que eu vi morrer num sonho, como um ai…
Ó suaves e frescas raparigas,
adormecei-me nessa voz… cantai !
António Nobre

sem um numero
um numero
numero
zero
um
o
nu
mero
numero
um numero
um sem numero
Décio Pignatari

VISTORiA

Memória
¨Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão.

Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão.
Carlos Drummond de Andrade

MEMÓRiA

¨ 16AGO1867-1900 - António Pereira Nobre, aliás António Nobre: Poeta português, autor de - «A Lua! Ela não tarda aí, espera! / O mágico poder que ela possui / Sobre as sementes, sobre o oceano impera, / Sobre as mulheres grávidas influi…» (Da Influência da Lua - excerto). IMAG.143-267-307

1935-16AGO1977 - Elvis Aaron Presley, aliás Elvis Presley: Cantor, músico e actor americano, the King of the Rock and Roll - «A verdade é como o sol: pode ocultar-se durante um tempo, mas volta sempre a aparecer». IMAG.20-160-189-322-337-372-416-498

¨ 1902-17AGO1987 - Carlos Drummond de Andrade: Ficcionista e poeta brasileiro - «Escritor: não somente uma certa maneira especial de ver as coisas, senão também uma impossibilidade de as ver de qualquer outra maneira». IMAG.79-384-392-543

1843-18AGO1897 - José Tomaz de Sousa Martins: Médico e professor catedrático da Escola Médico-Cirúrgica de Lisboa, exemplo na caridade e protecção aos mais desfavorecidos - «Era um verdadeiro sábio, um artista de raça, orador de rara facúndia, professor com todos os talentos que se podem desejar, funcionário exemplaríssimo, dotado de inexcedível bondade, caritativo até ao excesso, carácter diamantino, como raras vezes se haverá encontrado outro - reunia em si os mais variados talentos e virtudes, como nunca vi associados n’outro homem» (Conselheiro Silva Amado - Escola Médico-Cirúrgica de Lisboa). IMAG.169-554

18AGO1917-2012 - Francisco Igrejas Caeiro, aliás Igrejas Caeiro: Actor português de teatro e cinema, encenador e radialista, fundador do Teatro Maria Matos e responsável por Os Companheiros da Alegria (1951) - «Um homem sempre atento, solidário e com uma acção muito activa… Uma vida que se expandiu pelo teatro, pelo cinema, pela televisão, pela música: foi um homem que levou ao palco muita gente em todo o país» (José Jorge Letria). IMAG.318-398

20AGO1927-2012 - Décio Pignatari: Poeta brasileiro, ligado ao modernismo/concretismo - «O maior poeta-inventor da minha geração, e um dos maiores da literatura de língua portuguesa de todos os tempos… Incomodava universidades e academias» (Augusto de Campos). IMAG.88-442

®20AGO1947-2014 - José Wilker Almeida, aliás osé Wilker: Actor brasileiro de teatro, cinema e televisão, protagonista de Roque Santeiro (1985) - «Actor, crítico de cinema e exemplo de dedicação à arte, presenteou-nos com interpretações que se tornaram ícones do cinema e da tv» (Dilma Roussef). IMAG.507

BREVIÁRiO

¨
Companhia das Letras edita Contos de Aprendiz de Carlos Drummond de Andrade (1902-1987).

¨Matéria-Prima edita O Assassino de Catarina Eufémia (1928-1954) de Pedro Prostes da Fonseca.

PARLATÓRiO

Não sou santo, mas sempre tentei não fazer nada que magoasse a minha família ou ofendesse a Deus.
Elvis Presley

TRAJECTÓRiA

ELVIS PRESLEY - O ACTOR CANTOR
Um dos expoentes da iconolatria musical da América, no Século XX, Elvis Presley (1935-1977) destacou-se como estrela de cinema, em 33 longas metragens que renderam mais de 150 milhões de dólares. E o próprio King of the Rock and Roll foi alvo de várias fitas, como personagem ou em testemunho: desde o primeiro disco (1953) ao regresso a Las Vegas (1969), em Elvis Show (1970 - Denis Sanders), ou Elvis On Tour (1972 - Pierre Adidge & Robert Abel); numa estilização a cargo de Kurt Russell, em Elvis (1979 - John Carpenter); Elvis, o Ídolo Imortal (1981 - Malcolm Leo & Andrew Solt) combina documentários e recriação; Dale Midkif participou em Elvis e Eu (1988 - Larry Peerce), partindo de uma biografia da mulher Priscilla; Val Kilmer assumiu Amor à Queima-Roupa (1993 - Tony Scott)…
A carreira Elvis como actor começou por ser orientada para rendibilizar, na tela, o fenómeno de popularidade como cantor, sobretudo em comédias românticas. Entretanto, o êxito cinematográfico motivou a escolha de argumentos com um maior realismo, atribuindo ainda densidade às suas figurações. Por outro lado, passaram a ser escolhidos realizadores e intérpretes com prestígio, além de assegurar-se o contributo de compositores que revertessem o sucesso musical de Elvis Presley. Os filmes da sua época áurea foram produzidos pela Paramount, destacando-se: Balada Sangrenta (1958 - Michael Curtiz), Café Europa (1960 - Norman Taurog), Hawai Azul (1961 - Norman Taurog) ou Romance No Luna Park (1964 - John Rich).

Sem comentários:

Enviar um comentário